Notícias


Cooperativismo e gestão de pessoas, por João Carlos Spenthof

   30/01/2015
   

Num ano de alerta na economia brasileira e de pessimismo em alguns segmentos, o Sicredi se orgulha em alavancar o desenvolvimento regional e compartilhar grandes feitos. Um dos mais expressivos, chegamos ao final de dezembro com um aumento no quadro de colaboradores do Sicredi em Mato Grosso, Pará e Rondônia da ordem de 16,15%. Mostra de que o empreendedorismo por meio da expansão ou formação de cooperativas é uma via sustentável de geração de oportunidades de trabalho e renda.

As contratações seguem o ritmo de expansão das atividades de nossa instituição financeira cooperativa. Em 2014, o Sicredi abriu sete novas Unidades de Atendimento na região e dois Postos de Atendimento Avançados (PAAs) em Mato Grosso, Pará e Rondônia. Considerando as atividades nos três Estados citados, foram abertos 304 novos postos de trabalho em toda a estrutura do Sicredi, ampliando o quadro de colaboradores para os atuais 2.190 profissionais.

Entre balanços e decisões corporativas, seguimos acreditando na riqueza de nossa região e de sua gente. No Sistema Sicredi, cultivamos uma premissa que se reflete em diversas práticas de governança e gestão: Pessoas são o maior patrimônio de toda sociedade ou organização. Os princípios cooperativistas já bem sinalizam essa máxima ao preconizar a promoção da formação e educação, a intercooperação e o interesse pela comunidade, entre outros pilares universais.

Mais que gerar oportunidades formais de trabalho, estimular a satisfação junto a nossos colaboradores também é prioridade em nosso ambiente corporativo. Não por acaso, este ano, pela quarta vez consecutiva, o Sicredi foi eleito uma das “Melhores Empresas para Você Trabalhar” no Brasil. Reconhecimento público advindo de guia elaborado pela revista Você S/A em parceria com a FIA (Fundação Instituto de Administração).

O levantamento traz um indicador digno de atenção e prestígio. O Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), no qual o Sicredi obteve 79,5 pontos, a maior nota entre as instituições financeiras avaliadas. Respeitar a individualidade de cada profissional está na nossa essência e isso reflete em um ambiente de trabalho mais cooperativo. Por isso, o Sicredi entende como fundamental continuar investindo em políticas e programas de gestão de pessoas.

O levantamento também revela que 90% dos colaboradores do Sistema Sicredi se identificam com a instituição, 82,9% dos profissionais estão satisfeitos e motivados e 82,5% acreditam ter desenvolvimento profissional. É importante salientar que quase 400 empresas de renome nacional se inscreveram para participar da amostragem.

O quadro nos comprova que acreditar em boas práticas de gestão de pessoas e investir constantemente na melhoria do atendimento e no fortalecimento do relacionamento com os associados é uma das chaves para a perenidade num mercado cada vez mais competitivo.

João Carlos Spenthof é presidente da Central Sicredi MT/PA/RO