Notícias


Sicredi figura entre os 10 maiores custodiantes do mercado financeiro nacional, segundo a ANBIMA

Instituição chega ao TOP 10 do Ranking de Custódia de Ativos da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais, na categoria Mercado Doméstico
   13/10/2016
Fonte: Assessoria   

O Sicredi – instituição financeira cooperativa com mais de 3,3 milhões de associados – integra o TOP 10 na lista da ANBIMA de Instituições Custodiantes, na categoria Mercado Doméstico. A instituição chegou à lista dos 10 maiores em agosto, com R$ 29,646 bilhões sob custódia. Considerando-se também o mercado externo, o Sicredi está na 13ª colocação.

 

O custodiante é o responsável por prestar os serviços de liquidação física e financeira dos ativos, sua guarda, registro, bem como a administração e informação de eventos associados a esses ativos, fazendo a interface com as centrais depositárias: Cetip, Selic e BM&FBovespa.

 

Além desse ranking, o Sicredi também figura em outros levantamentos da ANBIMA, como o de Controladoria de Ativos (10ª posição), Administração Fiduciária (17ª posição) e Controladoria de Passivos (24ª posição), comprovando a importância de sua atuação no mercado de capitais em âmbito nacional.

 

 

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa com mais de 3,3 milhões de associados e 1.500 pontos de atendimentos, em 20 estados do País*. Referência internacional pela organização em sistema, com padrão operacional e utilização de marca única, o Sicredi conta com 121 Cooperativas de Crédito filiadas, distribuídas em cinco Centrais regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A. –, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo, que controla uma Administradora de Bens, uma Corretora de Seguros, uma Administradora de Cartões e uma Administradora de Consórcios.

 

Mais informações estão disponíveis em www.sicredi.com.br

 

* Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Tocantins, Pará, Rondônia, Goiás, Alagoas, Sergipe, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e Bahia.