Notícias


Fórum discute futuro do agronegócio cooperativo

Parceria entre entidades quer relevância para o setor.
   13/06/2013
Fonte: Por Ascom Sistema OCB-MT    

  Um movimento iniciado em 2011 com um encontro das cooperativas do agronegócios e um diagnóstico realizado no início de 2012, pelo Sistema OCB-MT, resultou numa parceria sólida e preocupada com o futuro do setor. Conselho Pró-Governança  (CPG), Ampa, Aprosoja e Sistema OCB-MT reuniram-se para a criação do Fórum de Dirigentes Cooperativistas do Agronegócio de Mato Grosso, que já realiza sua segunda edição. O objetivo é trazer as cooperativas com mais de 3 anos de fundação e que atuam na compra e venda de insumos, a oportunidade de debater geração de renda, criação de valor, ganho em escala, além de aprendizado e interação estratégicas entre elas. 
 

Durante o II Fórum dos Dirigentes Cooperativistas do Agronegócio, realizado em Chapada dos Guimarães (27 e 28/05), teve a apresentação das 12 cooperativas presentes, que juntas representam um faturamento de mais de R$ 1,88 bilhão em 2,08 milhão de hectares plantados em Mato Grosso. Com base nesses dados os trabalhos caminham para a melhoria de desempenho e de abertura desse grupo homogêneo de cooperativas focadas em resultados. 
 

 Segundo o diretor executivo da Coabra, Hélvio Fielder, é imprescindível que as cooperativas reúnam-se e definam estratégias juntas. Segundo Hélvio, um dos destaques na evolução da Coabra foi a mudança no foco da cooperativa, com estudos, sistematizações, reestruturações internas e estratégicas. “A colocação do associado no centro das atenções, buscando a sustentabilidade da cooperativa por meio da expansão e melhor atendimento fez a diferença na base. Mas tudo foi discutido, observado, avaliado”, destacou Helvio.

 O evento terá duas etapas, a primeira de discussões e apresentação de dados levantados e a segunda em visita técnica à Cooperfibra, que foi objeto de estudo do Prof. Fábio Chaddad, consultor do Fórum. Fábio, que é engenheiro agrônomo, professor da Universidade de Missouri e consultor das principais cooperativas do agronegócio mundial, destaca como um dos principais pontos a se discutir é a forma de se agregar renda à produtividade que já destaque no Estado. "O agro cria valores, mas não captura. O capital internacional está de olho nos ativos do setor. O grande jogo é quem vai controlar esses valores produzidos no futuro. O desafio que está aceito aqui hoje é fazer diferente, alcançar esse valor que está à mercê do mercado", destacou Chaddad. 
 

 Ainda na primeira etapa o evento contou com a presença do o ex-Ministro do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), e também embaixador especial do cooperativismo mundial pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação - FAO, Roberto Rodrigues, que destacou a importância do trabalho realizado em MT. “A era do romantismo das cooperativas já passou. Agora é a hora de unirmos profissionalismo, compromisso e intercooperação em parcerias como esta, que trazem resultados efetivos para os associados”, destacou Roberto.

 Mato Grosso tem 187 cooperativas, delas 65 do agronegócio. Segundo o presidente do Sistema OCB-MT, Onofre Cezário de Souza Filho “Nossa preocupação com o crescimento e a governança das cooperativas vem de longa data. Há sete anos capacitamos os gestores para trabalhar nas cooperativas. Essa parceria com a Ampa, Aprosoja e CPG vem para fortalecer ainda mais esse trabalho e fazer com que se apliquem as boas práticas em conjunto”, destacou o presidente do Sistema OCB-MT, Onofre Cezário de Souza Filho