Notícias


Rondonia Rural Show abre os portões com mais de 500 estandes, três caminhos de cadeias produtivas, exposições de animais e vitrine tecnológica.

São 526 expositores distribuídos nos 50 hectares
   23/05/2019
   

A 8ª Rondônia Rural Show abriu na manhã desta quarta-feira (22) os portões para a população do Brasil e do mundo conhecer as inovações, tecnologias e as boas práticas do agronegócio rondoniense. São 526 expositores distribuídos nos 50 hectares do Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná.

‘‘Houve toda uma preparação interna e externa também para esta oitava Rondônia Rural Show. Essa é a segunda feira internacional e ela já está muito mais ligada a outros estados e países’’, disse o governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, que destacou que fomentar o agronegócio é uma das medidas estratégicas do governo para o desenvolvimento de Rondônia.

Um dos grandes atrativos da 8º RRShow são os caminhos do Peixe, Leite e Café e a exposição de 250 animais, inclusive pela primeira vez, além do bovinos e ovinos, também haverá suínos na feira. A praça foi modernizada e há duas praças de alimentação para servir o público em parceria com a Associação de Paes e Alunos dos Excepcionais (Apae).

A Vitrine Tecnológica conta com a presença de 20 empresas, a da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater), por exemplo, foi reformulada com a inclusão de tanque lona para peixe. O setor de agroindústria será representada por 100 expositores e o de artesanato, 120.

‘‘A Rondônia Rural Show foi preparada para superar metas. A expectativa é de 20 a 25 mil visitantes por dia, chegando até o dia 25 com 100 mil visitantes. Temos muitos atrativos para isso’’, disse o coordenador da Rondônia Rural Show,José Paulo Gonçales. Para os rondonienses, a feira é motivo de orgulho.

O pecuarista Miguel Lopes de São Domingo, em Costa Marques, falou da satisfação em ter em Rondônia uma feira com grandes oportunidades como a RRShow. ‘‘Quero melhorar a raça dos meus carneiros, também estou de olho no preço do sal que parece que está barato, além dos bancos que estão aqui presentes, também, e já facilita o financiamento. Essa feira está muito bonita’’, disse.

Também está na expectativa de bons negócios o pecuarista de Pimenta Bueno Geraldo Lopes. ‘‘Vim conhecer a raça Girolando porque trabalho com gado de leite e quero tentar fazer o melhoramento. Sinto orgulho dessa feira em Rondônia, pois representa a chance de pequenos e grandes produtores apresentar o que têm e adquirir o que falta’’, considera.

O pecuarista Wellington Gomes de Sá de Ji-Paraná também destacou as expectativas de negócios na feira. ‘‘Estou em busca de animais e me orgulho dessa feira que é uma oportunidade de conferir várias novidades do agronegócio’’, avalia.